A IF esteve onde o Apocalipse foi revelado

Em obediência ao que o Senhor havia pedido no retiro de jovens de 2011, 25 guerreiros seguiram em direção à ilha de Patmos (Grécia) no mês de fevereiro. As dificuldades, lutas e provações começaram antes mesmo da viagem daqueles que se dispuseram a ir na missão mais temerosa que a Igreja de Florianópolis já fez.

Porém, as bênçãos e a graça do Senhor também acompanharam a todos e mesmo com as dificuldades iniciais para conseguir o suprimento financeiro, todos  foram com uma espada em uma mão e um escudo na outra.

A viagem que durou 11 dias (alguns viajantes seguiram viagem por mais tempo) e incluiu uma passagem em Atenas e também Roma e Vaticano (Itália). Mesmo que aos olhos naturais parecesse impossível tantas pessoas conseguirem ir devido ao alto custo da empreitada e do próprio trajeto longo, tudo foi realizado por Deus, onde o grupo  enfrentou baixas temperaturas e a ida até a ilha que foi realizada por via marítima, foi  uma experiência de guerra espiritual.

Patmos é uma pequena ilha grega localizada no Mar Egeu era usada antigamente como local de banimento. João foi levado para lá após ser perseguido por causa da fé (Ap. 1.9-11).

Durante o período de João na ilha ele recebeu a revelação do Apocalipse em uma caverna que hoje abriga o Monastério São João de propriedade da igreja católica ortodoxa. Lá na ilha o Senhor trouxe à igreja revelações e palavras proféticas. Uma das palavras que o Senhor trouxe ao grupo foi:  “Felizes sois vós que por minha causa guerreiam. Felizes sois vós que vivem estes dias. Felizes sois vós que pisam e creem nesta terra. Não restará pedra sobre pedra. Tudo será destruído. Hoje o fim foi decretado. Apressem-se pois as portas das Nações se fecharão. Corram! Invadam as nações enquanto há tempo.  A trombeta de prata tocou. O fim começou.  Vocês são escolhidos para isso. Eu os separei para isso. Estes dias já foram profetizados nos tempos antigos. Guerreiem e prevaleçam. Estou vingando o meu Reino. Não parem de lutar, guerreiros do Pai, não parem de lutar!”.

A palavra de Deus já está se cumprindo, e, com tudo isso, a expectativa que os Pastores tinham antes de começarem os preparativos era de que no máximo doze pessoas iriam, mas Deus tinha planos maiores e melhores e além dos locais já citados, outros locais  foram alcançados para honra e glória do Senhor. Aleluia!

- Redação I.F Online

 

Igreja de Florianópolis – Proclamando a Verdade