Crônicas do estudo

Durante os dias 21 e 23 de março de 2014 ocorreu o retiro para pastores da Igreja de Florianópolis em Governador Celso Ramos. O retiro teve como tema “fogo na montanha” baseado na palavra de 2 Samuel 22.13-20.Além disso, fogo na montanha é a sequencia da obra de Rick Joyner “A batalha final” ainda não publicada no Brasil.

Saiba mais sobre o retiro aqui

Neste período de retiro e estudo, algumas palavras foram ministradas e serão aqui expostas como crônicas da essência deste encontro de pastores. Deste modo, compartilhamos as algumas das primícias de “FOGO NA MONTANHA”.

– Você está indo para sua casa.

– Eu poderia ter transformado aquele inferno em Céu para você.

– Devo pensar no motivo que me fez entrar no deserto.

– Será que não restou nenhum discipulado?

–  Não existem muitos discípulos verdadeiros porque não existem muitos pastores verdadeiros.

 

– Quando você estiver diante do trono da Presença, habite nEle!

– Tudo, absolutamente tudo muda ao longo do tempo. Somente Ele não muda. Ele sempre será o mesmo.

– O Espírito vivifica e Ele irá transformar suas fraquezas em força.

 

– Sua geração foi trazida à maior colheita das eras, mas perdeu muito dela.

– A grande comissão é fazer discípulos. Discípulos dEle! Por sua geração ter feito discípulos para si mesmos, esta foi a maior desgraça de todos os tempos.

 

– A maioria dos convertidos são salvos, mas não são discípulos, por isso muitos se perderam no caminho.

– Esses convertidos não estão preparados para o deserto.

– A batalha final está próxima demais. Os pastores não estão preparando o povo para isso. As igrejas estão preparando o povo para relacionamentos e para servirem a si mesmos.

 

– Onde estão os profetas que estão dispostos a serem rejeitados? Elias desafiou os falsos profetas e falsos mestres. Você está disposto a fazer isto pela verdade e ser rejeitado, perseguido, caluniado e até preso?

– Onde estão os pastores que irão proteger o povo de seu tempo? Não são muitos, mas há alguns poucos espalhados pela terra. Esses não são conhecidos por não serem reconhecidos. Esses andam na contramão dos outros.

 

– Mas não é preciso muitos. Basta esses poucos terem coragem, um coração decidido a obedecer. Será o suficiente para encher a terra de Sua glória.

– Onde há fundações fortes, há vitória sobre o pecado e a capacidade de permanecer no caminho.

– Não seja aquele que vê a Sua glória e permanece morno. Não desperdice tempo.

– Sabemos que estamos muito aquém do que o Senhor quer de nós.

– As maiores vitórias vêm com as maiores batalhas (e o Senhor tem nos dado estratégias fortes).

 

– Aos que se arrependem verdadeiramente é dada a graça de lutar as suas batalhas e se obedecerem e permanecerem fieis lhes será dado a honra de lutar a última batalha. Todos os profetas de todas as eras estão à espera desse dia.

 

– As desculpas e as justificativas são o maior véu que impede de vê-Lo.

– Vocês são aqueles que vão preparar e ajudar a Noiva a preparar o caminho.

– Henoc foi quem teve a primeira revelação do propósito da verdadeira história do homem: ANDAR COM DEUS. Andar com Deus é comer da Árvore da Vida.

 

1 – aprenda com a voz que clama no deserto (Elias).

2 – aprenda a andar com Deus (Henoc).

 

– Só  o amor te capacitará a lidar com o “poder” sem ficar fora do caminho da vida. “coragem é amar os outros mais do que a si mesmo”.

– Quando um homem cresce em autoridade e influência fora do propósito de Deus, ele cresce no poder de manipular e controlar os outros.

– Não há maior queda do que usar das coisas de Deus para conseguir adoração ou devoção para si.

 

– Nossa casa é a casa dEle. Nosso destino é a montanha. Existe muito mais na montanha do que você já viu – disse Sabedoria.

– A montanha em breve será o foco de toda a terra (a verdadeira igreja de Deus).

– Todos os que não buscarem escalá-la vão procurar destruí-la. A montanha da Casa do Senhor vai em breve desafiar a toda a terra.

– Pastores – vocês devem liderar todos afim de que cada um encontre o seu lugar nela. Você não pode ir mais longe, até que você tenha trazido todos os outros tão longe quanto você chegou.

– Temos que ser obedientes ao nosso chamado.

 

“A graça barata (mercadejar a palavra de Deus, a pregação de prosperidade, etc) é inimiga de nossa igreja. A nossa luta trava-se hoje no Trono da Graça preciosa que é um tesouro oculto no campo, por amor do qual o homem vende tudo o que tem”. “Jesus Cristo, e não homem algum, ou estado é nosso único Salvador” (Drietch Bonhoeffer – Berlim 09/04/1945. – Teólogo pastor membro da resistência alemã anti-nazista).

 

Testemunho de um jovem que participou de uma igreja livre que proclama a verdade:

“Pensei que era tudo loucura no início, mas depois vi que havia mais verdade nessa loucura do que eu já havia experimentado. Continuei indo às reuniões e decidi que seria melhor morrer buscando aquela montanha do que viver do jeito que estava. Fui tomado pela visão deles. E a visão deles era nada menos que o Reino e o Rei. Foi-me dado a esperança e um propósito. Eu preferiria morrer do que perder isso”.

É preciso aprender a amar essas pessoas como sendo minha própria família. Eu prefiro estar no deserto buscando essa montanha do que estar no melhor palácio.

 

– Apenas por uma porção do que temos recebido vale a pena largar tudo. Ali está a Água da Vida – JESUS.

– A montanha é real. Vocês nunca verão glória igual a que você encontra lá, mas também vocês não verão batalha igual que vocês irão experimentar lá.

– Não será fácil chegar ou permanecer lá, mas vai valer a pena.

 

– Existem armadilhas intencionais com o propósito de os tirar do caminho e cair nelas, e isso os fará ficar tão perdidos que não conseguirão mais encontrar o caminho de volta. Cuidem para não cair nelas.

– Porém, todos os que sabem o que é viver sem a presença, preferem a morte a sair do caminho e despencar do monte.

 

– Uma das finalidades do deserto é forjar a maior comunhão que se pode ter na terra – koinonia. Sempre será mais fácil atravessar o deserto juntos. No deserto vocês são forjados no propósito e juntos formam-se guerreiros e um exército: a Comunhão dos Guerreiros.

 

– Em muitas batalhas me foi mostrado que o propósito de minha vida aqui está na montanha.

– Não existem laços mais fortes do que são forjados nas batalhas e nas adversidades.

 

Estas foram algumas das primícias revelativas de Fogo na Montanha. Que possamos vivê-las, dando valor ao Senhor, lutando pela montanha, alcançando a graça e destronando os inimigos de Deus.

Igreja de Florianópolis – Proclamando a Verdade