Quando ir a igreja se torna apenas passatempo

No dia 16 de julho li um artigo que “curti” e resolvi compartilhar nas redes sociais. Este artigo me fez pensar sobre as nossas atitudes dentro da igreja e fora dela. Às vezes vamos aos cultos apenas como forma de passar o tempo, mas não temos sido cristãos efetivos na obra de Deus e na Palavra de Deus. Acompanhe:

Oh! Que geração! Considerai vós a palavra do Senhor.” (Jeremias 2.31)

Você já percebeu como são poucas as pessoas que sabem manejar bem a Palavra do Senhor? (2Tm 2.15) E que muitas vezes, essas pessoas têm muitos anos de conversão? Infelizmente, tenho observado isso durante o meu caminhar cristão.

Num domingo, depois da escola dominical, conversava com uma jovem com quem convivo a muitos anos na igreja e que bastante impressionada me disse: “Tia (é assim que ela me chama), é incrível como o Espírito Santo arrebatou Felipe depois que ele pregou e batizou o etíope, eunuco… Ele o fez sumir de um lugar e aparecer em outro.” (At 8.39,40) Então, brincando com ela, respondi: “Mas você é convertida há tantos anos e ainda não havia prestado atenção nessa ação sobrenatural do Espírito do Senhor, no início da igreja primitiva?” E ela imediatamente me disse: “Tia, antes eu era “igrejada”.

Sem palavras diante de sua resposta tão sincera e inusitada, lhe perguntei: “O que é isso, igrejada?” E ela me explicou com sua natural e bem humorada maneira de ser, que essa palavra significa aquele tipo de cristão que frequenta a igreja como quem vai a um clube rever os amigos, sem compromisso verdadeiro com Deus! São também todos aqueles “cristãos” que procuram aprender apenas com as palavras e experiências do pastor e de outros irmãos “consagrados”, sem buscar para a própria vida, uma íntima comunhão com o Pai. Isso entristeceu meu coração!

Comecei a pensar que muitos, como essa jovem irmã, estão até mesmo “servindo” ao Senhor na igreja e nunca atentaram para a necessidade de que se alimentar da Palavra é fundamental para o crescimento como cristão! Sem o conhecimento do que a Bíblia ensina, como poderá ser uma testemunha que influencia, que faz brilhar a luz do evangelho, que salga o coração do pecador, que rejeita as falsas doutrinas? Percebo ser esse um dos motivos entre outros, pelo qual muitos desfalecem na fé e até mesmo, abandonam Aquele que é o caminho, a verdade e a vida, o Senhor Jesus!

“Oh”, Clama então o Senhor para Jeremias, “que geração”! Sinto que essas mesmas palavras ecoam também para nós hoje, já que grande parte do povo de Deus, não atenta, não considera a Palavra!

Então, como iremos crescer para adorar ao Senhor em espírito e em verdade? De que forma aprenderemos a amar, a perdoar, a tomar a nossa cruz e seguir junto ao Senhor? Como alimentaremos e mataremos a sede espiritual humana sem que estejamos alimentados e alicerçados pela Palavra de Deus? Como ouviremos a mesma voz do Espírito que disse a Filipe: “Aproxima-te desse carro e acompanha-o?”(At 8.29) Como evangelizaremos algum “etíope, eunuco” que nos indagar: “Como poderei entender, se alguém não me explicar?”(At 8.31). Oh! Senhor, tenha misericórdia da nossa geração! Faz-nos voltar ao primeiro amor, sentar aos pés de Jesus como fazia Maria, irmã de Lázaro e Marta, pois apreciava ouvir as Palavras de Jesus e nada mais a importava e preocupava! Por isso Jesus a elogiou dizendo à Marta, que Maria havia “escolhido” a boa parte, e que esta não lhe seria tirada (Lc 10.42).

Este é o clamor do Espírito para nós hoje também, conhecermos a verdade que é a Palavra de Deus e sermos por ela libertos! Aleluia!

E quanto a você? Tem sido aquele cristão recomendado pelo apóstolo Paulo que maneja bem a Palavra ou será que tem andado como caminhava no passado a minha amada irmãzinha, uma “igrejada”, ou quem sabe, um “igrejado”?

Deus nos ajude a sempre buscarmos a Palavra, o verdadeiro alimento espiritual para as nossas almas! A buscarmos o Reino de Deus, pensarmos mais nas coisas do alto, do céu onde almejamos morar! Seguir os passos de Jesus, que desde menino, procurou apresentar-se a Deus como um Filho que por conhecer a Palavra, deixou maravilhado os doutores da lei e mais tarde venceu a tentação no deserto!

Ele é o nosso verdadeiro exemplo, é nele que precisamos nos espelhar! Que assim tu sejas para as nossas vidas Senhor Jesus, hoje e sempre, amém!

Por Ana Lúcia Lemos | 3º IPB do Recanto das Emas – DF |Colaboradora do Portal Lagoinha.com

Verdadeiramente precisamos gastar mais tempo orando e buscando a Deus, além disso, precisamos conhecer ainda mais a Palavra de Deus e nele meditá-la para o nosso bem. Em suma, é preciso “ser” igreja antes de apenas “ir” para a igreja.

- Israel Braglia