“Mas, para mim, bom é estar perto de Deus;” (Sl 73.28a). Não há nada melhor do que conversar com o nosso Pai. É tão bom dedicar o nosso coração a Ele e poder dizer palavras de amor e gratidão ao Deus que nos salvou, libertou e restaurou o nosso viver. Quanto mais nos aproximamos do Pai mais nos maravilhamos com a glória e poder, com a santidade e amor do nosso Deus. Seguir a Deus de perto deve ser o nosso maior desejo, pois Ele é o nosso pai, nos adotou, nos deu uma família eterna. Elevou-nos de criatura a filhos. “Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade” (Efésios 1.5).

 

Buscar a face do Senhor deve estar acima de qualquer questão ou satisfação pessoal. A nossa satisfação e maior desejo deve ser o de estar na presença do Senhor. Quando Jesus começou a falar a respeito do que realmente deve importar na vida Ele afirma que não adianta se preocupar com o que comer, beber ou vestir, pois o Senhor tem cuidado de nós. Ele cuida das aves e dos lírios do campo que tem menos importância que nós, então pensemos no cuidado que o Senhor tem para conosco, como Ele nos ama. Depois de discorrer sobre isso, Jesus afirma que devemos é nos ocupar, mente e coração, em buscar o que é do alto. “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mt 6.33)

Cristo nos deixou esse exemplo de busca constante da presença do Senhor. Nos evangelhos lemos em diversas passagens que Jesus se retirava para orar. “e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar.” (Mt 26.36a); “E, tendo-os despedido, foi ao monte a orar.” (Mc 6.46); “E aconteceu que naqueles dias subiu ao monte a orar, e passou a noite em oração a Deus.” (Lc 6.12).

A comunhão do Filho com o Pai era tão grande que Jesus declarou aos seus discípulos que “Eu e o Pai somos um” (Jo 10.30). A vontade do Senhor é que sejamos um com Ele. Que a nossa comunhão seja perfeita, mas isso depende exclusivamente da nossa disposição de buscar a Deus de todo o nosso coração. Ele, o Grande Deus afirmou ao povo de Israel, por meio do profeta Jeremias que quando aquele povo o buscasse de todo o coração eles achariam Deus. “Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração.” (Jr 29.13); “E serei achado de vós, diz o Senhor (…)” (Jr 29.14a).

Busque a Deus acima de todas as pessoas e situações. Deus tem grandes revelações e maravilhas para fazer em sua vida, mas tudo dependerá da sua dedicação a Ele e de como está o seu coração para buscá-lo. Imite Jesus que em momento algum desprezou a companhia e orientação do Pai.

- Kátia Brito
Portal Lagoinha.com / Fonte: Lagoinha.com 

 

Igreja de Florianópolis – Proclamando a Verdade