O poema é de Vinícius, a bossa é do Tom mas o Retiro é só dos casais

 

 Saudade, como definir essa palavra?

Um aperto no peito, melancolia, tristeza, lembranças, a certeza que o tempo é implacável, amor…

No buscar mais de Deus, creio ser isso que o Senhor Deus quer resgatar em nossas vidas nesse retiro de casais. Que volte o melhor de nós um para com o outro, que voltem os momentos felizes, as juras de amor, a alegria de estar junto, a vida vivida até aqui com um renovo a cada manhã, o valor a pessoa amada, os olhos que veem a beleza da alma mesmo que o tempo tenha envelhecido o corpo, a esperança que jamais acaba, a certeza das coisas que não se veem, o amor cujo as muitas águas não podem apagar porque ele é forte como a morte e é eterno.

Saudade… Que ela venha como um sentimento arrebatador e nos leve ao início de tudo.

Pra. Lu Braglia

Por que Bossa Nova?

A palavra ‘bossa’ era um termo da gíria carioca que, no fim dos anos cinquenta , significava ‘jeito’, ‘maneira’, ‘modo’. Quando alguém fazia algo de modo diferente, original, de maneira fácil e simples, dizia-se que esse alguém tinha ‘bossa’. Se o Ricardo desenhava bem, dizia-se que tinha ‘bossa de arquiteto’. Se o Paulo escrevia, redigia bem, tinha ‘bossa de jornalista’. E a expressão ‘Bossa Nova’ surgiu em oposição a tudo o que um grupo de jovens achava superado, velho, arcaico, antigo. Sim, mas o quê era julgado superado e velho, na música popular brasileira? ‘Tudo’,  dizia a mocidade bronzeada de Copacabana.

A tristeza e melancolia das letras, a repetição dos ritmos ‘abolerados’ e dos ‘sambas-canção'; era tudo a mesma coisa, não obstante os grandes cantores da época: Nelson Gonçalves, Orlando Silva, Carlos Galhardo. Lindas valsas e serestas? Sim, e daí? Daí é que algo tinha de ser feito.

Diferentes harmonias, poesias mais simples, novos ritmos. – Ritmo é batida, como do relógio, do pulso, do coração-  E Bossa Nova é batida diferente do violão, poesia diferente das letras, cantores diferentes dos mestres. A Bossa Nova não seria melhor nem pior. Seria completamente diferente de tudo, mais intimista, mais refinada, mais alegre, otimista. Diferente. Não começou especificamente num lugar, numa rua, num evento, num Festival. A rigor, ela não é nem um gênero musical. É o tratamento que se dá a uma música, em termos de ‘batida’ e de ritmo.

O primeiro grande marco inicial da Bossa Nova aconteceu em primeiro de março de 1958,quando João Gilberto cantou, com a batida de violão diferente, ‘Chega de Saudade’, posteriormente gravada por Eliseth Cardoso, no disco ‘Canção do amor demais’. Em 1956, ninguém falava em Bossa Nova, mas o apartamento onde morava Nara Leão, no Edifício Palácio Champs Elysée, em frente ao Posto 4, já era ponto de reunião dos rapazes bronzeados de Copacabana: Carlos Lyra, Roberto Menescal, Ronaldo Boscoli e outros. Não se compunham músicas ali. Ouviam-se. E trocavam ideias.

- Lemos Brito, Alma Carioca (2008).

A razão de fazermos um retiro de casais com essa temática é pelo  fato do que a “Bossa” representa para todos nós – um romance intimista em oposição a tudo o que já foi estereotipado como brega, clichê e antigo. O  amor não sai de moda e um pouco saudade sempre faz bem para a alma. Em nossa versão, o poema é de Vinícius de Moraes e a Bossa é cantada por Tom Jobim gravada em 1987. Mas o real significado da nossa bossa será revelado no retiro de casais da IF de 2014. Venha conferir. 

Ministrações

Prs. Adalberto e Lu Braglia

Programação

Sábado 01.11

09h00 welcome coffee

09h30 abertura, louvor e adoração

10h00 ministração da Palavra 1

13h00 almoço

15h30 coffee break

16h00 louvor e adoração, ministração da Palavra 2

18h00 ministração da Palavra 3

21h00 jantar bossa nova

Domingo 02.11

07h00 – 09h00 café da manhã

09h30 louvor e adoração, ministração da Palavra 4

13h00 encerramento

13h30 almoço

Chamada

saudade_pub2

Divulgação

SERVIÇO

O quê: Saudade – retiro de casais
Quando: 01 e 02 de novembro de 2014
Local: Raul´s Hotel em Gaspar, SC (Rua Itajaí, 552, Centro).| www.hotelrauls.com.br
Investimento: R$ 340, 00 (por casal – sistema all inclusive).
Informações: falecom@igrejadeflorianopolis.com e com os diáconos da IF e IBlu.

 

Igreja de Florianópolis – Proclamando a Verdade