Sobre Perdao

Mais que uma obediência, um caminho de vida

“Invoquem bênçãos sobre aqueles que os amaldiçoam, e orem pela felicidade deles, implorem pela benção (o favor) de Deus sobre aqueles que abusam de vocês (que insultam, acusam, menosprezam e se aproveitam brutalmente de vocês)” (Lucas 6.38).

Quando tomamos a decisão de perdoar, provavelmente não sentiremos vontade de perdoar, afinal, fomos tratados injustamente e isso nos fere, dói. Mas fazer a coisa certa enquanto nos sentimos injustiçados é extremamente importante para o nosso crescimento espiritual. Isso também glorifica a Deus.

Independente como eu possa se sentir, se eu continuar orando pela pessoa que me ofendeu e abençoá-la em lugar de amaldiçoá-la, estarei à caminho da libertação de uma emoção destrutiva. Amaldiçoar significa falar mal de, e abençoar significa falar bem de.

Já que perdoar é a ÚLTIMA coisa que você tem vontade de fazer – essa atitude coloca você diretamente no caminho “estreito” (apertado pela pressão), mas te conduz ao caminho da vida (Mateus 7.14).

Não esqueça a última coisa que Ele fez lá naquela cruz foi perdoar alguém que não merecia (e ainda não merece) perdão.

Lembre-se: perdão não é subserviência.

Perdoe como o Pai te perdoou.

Tenha uma excelente semana na presença do Pai.

 

Pastor Adalberto Braglia

 

Igreja de Florianópolis – Proclamando a Verdade